MENU
large_google_softwear_hero-min

27/06/2018 Comments (0) Design, Tendência

Tecnologia do Conforto

Tecnologias emergentes agora têm um impacto direto em como projetamos espaços, uma vez que ideias inovadoras devem criar uma experiência agradável ou simplesmente trazer praticidade. Esses fatores mudam a maneira como as pessoas interagem com os ambientes.

O que isso significa para os espaços e produtos que projetamos? Devemos nos adaptar a esses avanços e trabalhar com a tecnologia para atender às necessidades das pessoas.

Tecnologia “invisível”

A Google expôs na Feira de Milão deste ano e mostrou como a tecnologia hoje em dia está presente em nossas vidas. Eles reproduziram uma casa, onde os produtos Google estão totalmente inseridos dentro do contexto. Com isso, mostraram que a tecnologia está ao alcance das pessoas, mas de uma forma totalmente integrada (invisível) e dentro do nosso cotidiano.

Exposição da Google na Feira de Milão 2018

Exposição da Google na Feira de Milão 2018

O nome ‘tecnologia do conforto’ veio justamente da ideia de que formas de tecnologia trazem conforto e praticidade, mas não são aparente aos nossos olhos. Por exemplo, uma gaveta que abre apenas com o aproximar da perna, deixando você com as mãos livres. Ou uma casa sem iluminação, onde através da tecnologia, se criou um ambiente apropriado para você plantar/cultivar.

Tecnologia nos móveis

A tecnologia está por trás do produto, ou seja, ela é usada justamente para se poder desenvolver móveis, por exemplo, com um alto nível de curvatura, conforto, e ergonomia, porém com um aspecto mais natural e confortável.

A marca Kartell tinha uma linha de móveis clássicos feitos com plástico e eles re-lançaram essa linha com os mesmos produtos desenvolvidos em madeira. Isso traduz uma mudança de valor muito grande.

Podemos fazer uma reflexão do uso dos materiais hoje em dia. O plástico, por exemplo, é um material que está sendo deixado de lado, não é algo mais tão valorizado como foi há anos atrás. Isso ocorreu por questões ecológicas, por ser um material que não tem tanta “história”, por ser um produto industrial, que hoje não faz tanto sentido. Exceções podem ser feitas, como no caso da empresa que retira plástico dos oceanos e usa-os para desenvolver produtos, gerando um valor agregado.

Se hoje em dia a tecnologia já é um fato, que ela seja usada para melhorar cada elemento da nossa vida. E que ela contribua cada vez mais para desenvolver os elementos que compõem ambientes, mesmo que não perceptíveis – mas sempre integrados, e já dentro do nosso cotidiano.

 

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *