MENU
Imagem afluentes-min

19/02/2018 Comments (0) Views: 781 Notícias

Área ambiental da Impress garante total destinação correta dos resíduos e ainda gera receita para a empresa

É obrigação de toda indústria fazer a destinação correta de resíduos sólidos e tratamento de efluentes, além, claro, de ter todas as licenças ambientais que regulamentam as atividades operacionais. Na Impress Decor Brasil, isso não é apenas seguido à risca, como garante geração de receita para a companhia.

De acordo com Sandra Silva, gerente da área de Qualidade e Meio Ambiente, o principal objetivo é sempre reduzir ao máximo o número de resíduos gerados, fazendo, internamente, a reutilização máxima dos materiais. “Entretanto, sabemos que nem sempre é possível. Por isso, formatamos toda uma estrutura para garantir a destinação correta ou o reprocessamento de cada resíduo”, afirma.

Para se ter ideia do trabalho, e o resultado disso, ano passado cerca de 70% da despesa com a destinação de materiais retornou como receita para a Impress. “Conseguimos gerar caixa, vendendo resíduos para empresas que utilizam estes materiais como matéria-prima na fabricação de outros produtos, diminuindo o custo de destinação e evitando ir para um aterro”, ressalta.

Outra conquista que vale a pena ser citada, é que a Impress Decor Brasil, em 2017, foi uma das empresas destaques do programa Gestão de Fornecedores Duratex (a Duratex é um dos principais clientes da Impress). Entre os motivos que levaram a este reconhecimento estão:

– Estação de tratamento de efluentes (ETE) para tratamento do esgoto sanitário e dos efluentes industriais;

– 100% dos papéis adquiridos pela empresa (principal insumo) são certificados FSC e a maior parte é importada.

Programas

A Impress tem se dedicado a fazer um trabalho internamente para
aumentar a conscientização sobre a importância da destinação
correta de resíduos sólidos e líquidos.

Ano passado, por exemplo, implantamos a Campanha “Água Limpa”, iniciativa para conscientização sobre o uso correto da água. Como primeira ação, foram realizadas palestras com os colaboradores sobre o descarte de óleo vegetal, com objetivo de evitar a contaminação dos corpos hídricos. Desde então, a Impress fechou uma parceria com a ELT Ambiental, na qual os funcionários ganham um frasco de detergente a cada 2 litros de óleo vegetal entregue na empresa.

No decorrer da campanha, serão realizadas outras ações. Uma delas é apresentar toda estrutura e funcionamento da Estação de Tratamento de Efluentes (ETE). “Temos uma eficiência operacional de 99% da ETE, com redução de carga acima do que os órgãos regulamentadores exigem. Além disso, não precisamos fazer descartes diários de água tratada em rios como diversas indústrias fazem. Isso porque temos controle e volume adequados, circulando internamente, como no lago (lagoa de polimento) em frente ao
nosso prédio”, explica Sandra.

Para 2018, já em fevereiro, será implementado o programa de
melhoria da coleta seletiva, de resíduos sólidos, com readequação
de lixeiras, reforço da comunicação e identificação interna, além de
palestras de conscientização sobre o tema.

Conceitos

Resíduo sólido: São todos os materiais sólidos ou semi-sólidos que resultam das atividades de origem industrial ou doméstica e que muitas vezes podem ser aproveitados tanto para reciclagem como para sua reutilização. 

Efluente líquido: São resíduos líquidos provenientes de estabelecimento industrial (efluente industrial) ou resultantes das atividades humanas (efluente doméstico).

ETE – Estação de Tratamento de Efluentes: Unidade operacional
responsável pelo tratamento do efluente líquido composto por processos físico-químicos e biológicos. Após tratamento e monitoramento, os efluentes podem ser reaproveitados ou descartados no meio ambiente.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *